O ordenamento do território e os desafios colocados pelas áreas de baixa densidade: breves anotações sobre a realidade portuguesa

Fernanda Paula Marques Oliveira
https://orcid.org/0000-0001-8021-7020
Resumo

A correção de desequilíbrios territoriais é um dos principais objetivos das políticas de ordenamento do território e do urbanismo. Com o presente texto pretende dar-se a conhecer alguns programas que neste domínio têm sido aprovados em Portugal com vista a garantir a coesão territorial e a valorização das áreas de baixa densidade.

Detalles do artigo

Citas
ALVES CORREIA, F., Manual de Direito do Urbanismo, vol. I, 4ª. ed, Almedina, Coimbra, 2008.

BAPTISTA, A.M., Políticas para o Desenvolvimento do Interior – um contributo para o Plano Nacional de Desenvolvimento Económico e Social, CCRC, Coimbra, 1999.

COUTO, A., “Economia e cidades criativas em regiões de baixa densidade: reexame e implicações de política pública”, Baudin, G. y Vaz, D. (eds.), Transação Territorial: Novas Relações Cidade-Campo, Húmus, Vila Nova de Famalicão, 2014.

COVAS, A., A Ruralidades I: Temas e Problemas do Mundo Rural, Universidade do Algarve, Faro, 2007.

DIREÇÃO-GERAL DO TERRITÓRIO, Avaliação do Programa de Ação 2007-2013 – Relatório.

DIREÇÃO-GERAL DO TERRITÓRIO, Programa Nacional da Política de Ordenación do Território, Diagnóstico, 2018. Disponível em: http://pnpot.dgterritorio.gov.pt/sites/default/files/PNPOT_Diagnostico_6Julho2018.pdf.

DOMINGOS VAZ, J.N., “Inovação Urbana em Territórios Periféricos: Um Balanço Crítico Da Região Da Beira Interior”, Finisterra, vol. LIV, n. 111, 2019. ISSN: 0430-5027.

DOMÍNGUEZ CASTRO, L. (coord.), “Chaves-Verín: A Eurocidade da Auga”. Axenda Estratéxica/Agenda Estratégica, (Biblioteca de Estudos Estratégicos), Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, Vigo, 2008.

LANGE, E., A cooperação transfronteiriça como oportunidade de desenvolvimento para as regiões de fronteiria. Da Raia Ibérica à Euroregião Galiza-Norte de Portugal, Tese de Doutoramento de Geografia Humana, Instituto de Ciências Sociais, Universidade do Minho, Braga, 2015.

LANGE, E., “Espessura Institucional Transfronteiriça: da Raia Ibérica à Galiza Norte de Portugal”, Geopolítica(s). Revista de estúdios sobre espácio y poder, vol. 8, n. 2, 2017.

LANGE, E. y PIRES, I., “The role and rise of European cross-border entities”, E. Medeiros (ed.), European Territorial Cooperation. Theoretical and Empirical Approaches to the Process and Impact of Cross-Border and Transnational Cooperation in Europe, Springer, New York, 2018.

MEDEIROS, E., “Is there a rise of the territorial dimension in EU Cohesion policy”, Finisterra, n. 103, 2016.

MEDEIROS, E., “O PNPOT 1.0 vs 2.0. Uma visão crítica da estratégia e modelo territorial”, Public Policy, Portuguese Journal, vol. 4, n. 2, 2019.

MONTEIRO, A.A., “Territórios do interior, coesão territorial e modelos de governança: A propósito do Programa Nacional para a Coesão Territorial”, Sociologia On Line, n. 19, junho 2019. Disponível em: https://revista.aps.pt/pt/territorios-do-interior-coesao-territorial-e-modelos-de-governanca-a-proposito-do-programa-nacional-para-a-coesao-territorial/ (consultado el 24 de octubre de 2020).

OLIVEIRA, F.P., “Ponto da situação em matéria de planeamento do território; avaliação geral do processo de planeamento e suas perspetivas”, O Direito e a Cooperação Ibérica II, II Ciclo de Conferências, Centro de Estudos Ibéricos, 2006.

OLIVEIRA, F.P., Direito do Urbanismo. Do Planeamento à Gestão, 3ª. ed., revista e ampliada, AEDREL, Braga, 2018.

PIRES, I. y LANGE, E., “O PNPOT e os processos de cooperação territorial em Portugal”, Public Policy Portuguese Journal, vol. 4, n. 2, 2019.

SOEIRO, J.S. y BELTRÁN, C., Uma fronteira que nos une – uma fronteira de desenvolvimento. Balanço da cooperação transfronteiriça Espanha-Portugal 2000-2014, Rede Ibérica de Entidades Transfronteiriças, Vigo, 2016.
Palabras chave
ordenamento do território, urbanismo coesão territorial, baixa densidade, valorização do interior